Barra do Piraí é polo audiovisual do Vale do Café

A Sétima Arte agora faz parte definitivamente da agenda turística e cultural do município de Barra do Piraí no Vale do Café. Não só da agenda cultural e turística, mas também da agenda do desenvolvimento econômico. A cidade percebeu a importância da indústria cultural, especificamente a indústria cinematográfica como ferramenta para alavancar a economia local. Em 2009 a cidade criou um escritório chamado “Film Commission” com o objetivo de atrair, dar suporte a produções e oferecer a cidade como locação.

Os resultados têm sido muito positivos e até agora um total de 17 produções, duas delas internacionais levarão imagens da cidade. A cidade foi cenário também para o filme “O Casamento de Gorete”, a novela infanto-juvenil do canal Gloob, ‘Gaby Estrella’, e o curta-metragem ‘Atoto’. Em setembro terão início as gravações de “Hope Killers” um longa sobre vampiros com orçamento estimado em R$ 1,3 milhões. Antes disso será gravado o longa “Goitacá” que trará atores como Lady Francisco e Leandro Firmino, o Zé Pequeno, de Cidade de Deus. Importante ressaltar que boa parte dos orçamentos de todas essas produções ficam na cidade. Despesas como alimentação, deslocamento, hospedagem e locações colaboram para girar a economia local, gerando divisas e empregos diretos e indiretos. Como contrapartida a cidade oferece benefícios fiscais e fornecimento de mão de obra especializada.

Outra iniciativa foi a criação do Festival Internacional Estudantil de Cinema de Barra do Piraí ou simplesmente FestCine que também teve início em 2009 em parceria com a produtora audiovisual Mauá Filmes e a Reluz Logistica Reversa Ltda. Realizado na antiga estação ferroviária de Barra do Piraí, o festival está na sétima edição, e é uma espécie de Oscar estudantil brasileiro. Tem cinco indicados em oito categorias para curtas produzidos por alunos das escolas de Barra do Piraí. E outra premiação, com dez filmes nacionais para mostras de filmes produzidos por estudantes do sexto ano do Ensino Fundamental ao terceiro ano do Ensino Médio de escolas de todo o país. Cerca de 3.500 pessoas participaram da última edição em maio passado.

Todo um conjunto de fatores demonstra que Barra do Piraí se planejou para colher esses resultados. Em 2013 por exemplo a FAETEC local passou a ofertar os seguintes cursos, todos relacionados à produção audiovisual: Editor de animação, Editor de vídeo, Composição e Efeitos visuais, Roteirista, Figurinista, Sonoplasta e Assistente de produção audiovisual, além de cursos de idiomas.

About the Author

José Luiz Júnior
Jornalista, bacharel em turismo, produtor cultural e livreiro. É fundador e editor da Revista Vale do Café.

Be the first to comment on "Barra do Piraí é polo audiovisual do Vale do Café"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*