CACHAÇA VIEIRA & CASTRO: Quem disse que Cachaça não é coisa para mulheres?

Há quem acredite que cachaça é coisa de homens e para homens. Ledo engano! Muito comum, esse pensamento arcaico não faz mais o menor sentido. O panorama atual é bem diferente de anos atrás. As mulheres estão ficando cada vez menos tímidas quando o assunto é o destilado mais famoso do Brasil.

Foto: Aline de Castro Vieira

As confrarias e clubes de cachaça exclusivamente de mulheres tem aumentado em todo o país. Tem mulher não só bebendo – elas representam uma fatia importante desse mercado – e entendendo muito do assunto, como também produzindo cachaça. A nossa região tem as suas representantes – e a Revista Vale do Café destaca Aline de Castro Vieira, produtora da Cachaça Vieira & Castro em Rio das Flores/RJ.

A paixão da jovem começou bem cedo: seu primeiro contato com a cachaça foi aos 15 anos de idade, quando foi apresentada à bebida pelo próprio pai, um grande apreciador. “Sempre preferi os destilados e de todos os destilados o meu preferido é a cachaça. Nas reuniões em casa, sempre tinha um barrilzinho de carvalho com cachaça”, conta Aline.
Montar um Alambique sempre foi o sonho do pai, mas ela passou a compartilhar e resolveu arriscar. “Comprei a ideia dele. Largamos tudo e viemos para o interior produzir cachaça”. Recentemente, o irmão de Aline também veio para a região – e a família Vieira & Castro toca a produção pessoalmente, sem funcionários na produção direta.

Sede (Foto: Aline de Castro Vieira)

Sempre com o objetivo de não perder a forma artesanal de fabricação, preservando altos padrões de limpeza e organização, o Alambique Vieira & Castro utiliza equipamentos de última geração, no padrão “farmácia”, dentro das normas exigidas pelo Ministério da Agricultura (MAPA). “Preservamos a forma artesanal de fabricação. Utilizamos somente canas da nossa fazenda, plantadas com adubo natural e sem uso de fertilizantes químicos. Nossa fabricação despreza a “cabeça” e a “calda”, produzindo, numa alambicada lenta, com temperatura controlada, uma cachaça de puro coração”, conta Aline, entusiasmada com a boa repercussão de sua cachaça.

A jovem acredita que, além do tabu em relação às mulheres, há, de um modo geral, uma concepção muito errônea sobre a cachaça, que é vista como uma bebida menos nobre pelo senso comum. “No imaginário do brasileiro, a cachaça normalmente está associada a uma bebida forte, barata e de produção pouco complexa. Quando, na verdade, é justamente o contrário. Uma cachaça de qualidade possui uma imensa e complexa combinação de cores, sabores, cheiros e outras características que estimulam as mais diversas percepções sensoriais”, afirma ela.

Foto: Aline de Castro Vieira

Para conhecer de perto o Alambique Vieira & Castro e degustar a cachaça produzida ali, basta agendar uma visita por telefone. A propriedade fica na estrada do abarracamento (RJ-135), na gleba 1 da Fazenda União, histórica fazenda que pertenceu, entre outros proprietários, à Domingos Custódio Guimarães, o famoso Visconde do Rio Preto. Vale muito a pena conferir!

Serviço: Produção artesanal de cachaça / venda de cachaça / visitação guiada
Onde: Estrada do Abarracamento (RJ – 135), KM 24 / Rio das Flores-RJ
Contatos: (24) 97405-9109 / (24) 99939-0714

Be the first to comment on "CACHAÇA VIEIRA & CASTRO: Quem disse que Cachaça não é coisa para mulheres?"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*