DOSSIÊ DO PATRIMÔNIO CULTURAL: Palacete do Barão Ribeiro de Sá

Construído no final do século 19 para ser a morada de Miguel Ribeiro de Sá, o Barão Ribeiro de Sá, o lindo palacete fica bem no centro da cidade, na rua Visconde da Paraíba. É hoje sede da Prefeitura de Paraíba do Sul e, no passado, foi sede de estabelecimentos educacionais e culturais.

O Barão Ribeiro de Sá é um dos grandes nomes da história de Paraíba do Sul. O Palacete é tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (INEPAC) por meio
do processo E-03/08.055/78. No site do INEPAC, há uma descrição detalhada que transcrevemos: “No centro de terreno ajardinado ao gosto do romantismo inglês, com viveiros, caramanchão, mirante, elementos de cimento imitando troncos de madeira, esta residência eclética de influência renascentista, construída em 1886, é um sobrado senhorial assentado em porão habitável. Destaca-se o tratamento arquitetônico e monumental dado à fachada principal, cujo frontão triangular, apresentando farto trabalho em estuque, recebe o brasão do Barão.

O prédio possui quatro fachadas. A porta principal possui linda moldura e uma soleira em granito decorada por estuque e por um dístico com a data de construção (1886). O porão “habitável” referido na descrição era o local destinado aos serviçais. Chama atenção a escadaria monumental em alvenaria de pedra e cal, piso em granito e corrimão de ferro. As características do Palacete do Barão Ribeiro de Sá se misturam na influência de diversos estilos, não podendo ser ele enquadrado na definição de um estilo único.
A parte interna da construção foi bem alterada ao longo do tempo. Ela passou por obras de restauração entre 1989 e 1992. Em 1997, instalou-se nele a prefeitura local, que funciona ali ainda hoje. O prédio pode ser visitado por turistas e moradores da região.
Miguel Ribeiro de Sá nasceu na cidade de Penafiel em Portugal no ano de 1827. Veio para o Brasil em 1842 com apenas 13 anos de idade dedicando-se ao comércio e à lavoura e instalando-se em Paraíba do Sul onde prestou grandes serviços e participou ativamente da vida política do lugar, tendo sido vereador e presidente da câmara. Ali fundou também uma casa de caridade e mandou construir um grande e formoso cais na margem do rio Paraíba. Era coronel da Guarda Nacional. Dom Pedro II lhe concedeu o título de Barão Ribeiro de Sá em 1882. O barão faleceu também em Paraíba do Sul no ano de 1897. Morreu em Paraíba em 11 de janeiro de 1904.

Local: Rua Visconde da Paraíba, nº 11.
Tel: (24) 2263-2369
Fonte de pesquisa:
Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (INEPAC)
www.inepac.rj.gov.br
Foto 1: Imagem antiga do palacete no século XIX (Foto cedida por Cinara Jorge)


Foto 2: Imagem atual do casarão no centro de Paraíba do Sul. Crédito: Lidia Machado Pereira


Foto 3: Fachada do prédio hoje. Crédito: Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (INEPAC)

Be the first to comment on "DOSSIÊ DO PATRIMÔNIO CULTURAL: Palacete do Barão Ribeiro de Sá"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*