E o Vale era o Escravo…

Na primeira edição da Revista Vale do Café inauguramos nossa seção Resenha com um trabalho do autor Ricardo Salles, Vassouras, Café, Escravidão, UFF, historiador que é uma das maiores referências da historiografia brasileira na atualidade. Indicamos O Vale do Paraíba e o império do Brasil nos quadros da segunda escravidão, que ele coordenou em parceria com Mariana Muaze.

Ousamos repetir a indicação de leitura nesta quinta edição, dessa vez de outra obra de Ricardo Salles. Complementando o título da Resenha da edição passada sobre o livro de Paulo Lamego, dando conta de que “O Brasil é o Vale”, trouxemos Ricardo lembrando que o Vale era o escravo.

“O contraste entre as memórias dos senhores e as memórias dos escravos é uma pálida sombra da situação de assimetria, desigualdade, exploração, violência, opressão e, sempre, resistência que marcou as relações e os conflitos entre senhores e escravos ao longo do século XIX.”, afirma Ricardo Salles na introdução de “E o Vale era o escravo – Vassouras, século XIX. Senhores e escravos no coração do Império”.

A obra busca compreender essas relações e um pouco mais. E tem como recorte um dos centros da economia cafeeira: o município de Vassouras, grande pólo de concentração de escravos e de senhores do café.

A partir disso o autor traça um paralelo entre a ordem econômica e social escravista e a configuração do Estado imperial. Estado esse tido como elemento central de dominação e hegemonia da classe senhorial. Classe essa representada amplamente ou quase que na totalidade pelo grupo de proprietários de escravos.

Doutor em história pela Universidade Federal Fluminense (UFF) com uma tese premiada sobre o abolicionista Joaquim Nabuco, Ricardo Salles é professor na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e pesquisador entre outras áreas da história política do Império do Brasil, do Vale do Paraíba, e da Escravidão no século XIX. É autor de trabalhos fundamentais à compreensão da História do Brasil como Guerra do Paraguai: Escravidão e cidadania na formação do Exército (Paz e Terra, 1990), O Império do Brasil no contexto do século XIX (Almanack, 2012), Nostalgia Imperial. Escravidão e formação da identidade nacional no Brasil do Segundo Reinado, entre outros.

  • Título: E o Vale era o escravo. Vassouras, século XIX. Senhores e escravos no coração do império.
  • Autor: Ricardo Salles
  • Editora: Civilização Brasileira
  • Ano: 2008
  • 332 páginas

About the Author

José Luiz Júnior
Jornalista, bacharel em turismo, produtor cultural e livreiro. É fundador e editor da Revista Vale do Café.

Be the first to comment on "E o Vale era o Escravo…"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*