Mendes tem programação recheada para o Café, Cachaça e Chorinho 2017

O município de Mendes, considerado a capital do Choro no Vale do Café, faz jus ao título e apresenta uma diversificada programação para o feriadão do final de abril, entre 20 e 23 (de quinta à domingo).

Pra começar tem o grupo Passagem de Nível, anfitrião, todos os dias. Na quinta-feira o grupo “Trem violado” abre a programação. Na sexta-feira Juliana Diniz. No sábado Makley Matos e no domingo uma seleção especial de artistas promovem uma grande “Roda de Choro e Samba” pra comemorar o dia nacional do chorinho. A roda vai contar com a participação de Juliana Maia (voz), Rafael Meire (voz e violão), Anderson Tuta (cavaquinho e violão 7 cordas), Antônio Dante (bandolim) e Neneca (voz). O evento é promovido pe
la Prefeitura Municipal de Mendes e conta com o apoio da Pousada do Barão.

Considerado uma das primeiras manifestações musicais urbanas populares do Brasil, o Choro (ou Chorinho) nasceu no século XIX a partir da mistura de uma cultura instrumental europeia com as práticas rítmicas trazidas da África pelos escravos. O gênero é considerado patrimônio cultural do Estado do Rio de Janeiro e já tem um processo aberto no IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) para que seja considerado num futuro próximo também um patrimônio cultural imaterial brasileiro, assim como o Samba. Seu expoente maior é Alfredo da Rocha Vianna Filho, o mestre Pixinguinha, um dos maiores compositores e instrumentistas do Brasil.

Mendes mantém há 12 anos um projeto chamado “Choro na Praça”. Idealizado pelo músico e instrumentista Alexandre Paiva, o evento acontece religiosamente todos os domingos – faça chuva ou faça sol – na Praça Dr. João Néri e conta regularmente com a presença de nomes importantes do Choro e também do Samba. Quem quiser se aventurar também pode. É só chegar. O evento é aberto à participação de quem desejar, seja cantando ou arriscando em algum instrumento. O Choro na Praça é sobretudo um ambiente democrático. O repertório é sempre especial e vai desde os precursores Pixinguinha, Ernesto Nazareth e Chiquinha Gonzaga até os contemporâneos Afonso Machado, Guinga, Hermeto Pascoal, Délcio Carvalho e outros.

PROGRAMAÇÃO

Dia 20/04 – 21h
Passagem de Nível
Trem violado

Dia 21/04 – 21h
Passagem de Nível
Juliana Diniz

Dia 22/04 – 21h
Passagem de Nível
Makley Matos

Dia 23/04 – 11h
Roda de choro / Passagem de Nível com a participação de: Juliana Maia (voz), Rafael Meire (voz e violão), Anderson Tuta (cavaquinho e violão 7 cordas), Antônio Dante (bandolim) e Neneca (voz).

Local: Praça Dr. João Néri, Centro – Mendes/RJ

Programação gratuita e aberta ao público

 

About the Author

José Luiz Júnior
Jornalista, bacharel em turismo, produtor cultural e livreiro. É fundador e editor da Revista Vale do Café.

Be the first to comment on "Mendes tem programação recheada para o Café, Cachaça e Chorinho 2017"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*