O Rei do Baião no Vale do Café

Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, foi presença constante no Vale do Café entre as décadas de 50 e 70. Não somente marcou presença, como adquiriu terras, e fez música pra duas cidades da região, Vassouras e Miguel Pereira. Duas das músicas fazem referência específica à Miguel Pereira: Forró de Cabo a Rabo, onde cita Zé Nabo, ex-prefeito da cidade e; Boi Bumbá ou A Partilha do Boi, que fala de um boi enviado a Miguel Pereira para a carne ser dividida entre as mais conhecidas famílias da cidade como Dr. Calmon, Dr. Orlof e Manduca Bernardes, João da Fornemat, a negra Sabina, Maria Badolati e outros. E compôs também uma dedicada especialmente à Vassouras, cujo título é o próprio nome da cidade. A relação dele com a região, e principalmente com Miguel Pereira, foi de prazer, carinho e muita solidariedade.

A foto de Julio Hofacker, mostra o Rei do Baião em uma apresentação realizada ao ar livre na Praça Barão de Campo Belo em Vassouras em 1957, durante as comemorações do centenário de elevação à cidade.

De acordo com o professor e historiador Sebastião Deister, morador de Miguel Pereira e profundo conhecedor da história da região, Luiz Gonzaga morou no centro da cidade entre os anos de 59 e 62, período em que sua esposa Helena exerceu o cargo de vereadora na Câmara Municipal. Durante esses anos, Gonzagão teve intensa participação social em Miguel Pereira, especialmente quando dos movimentos de criação do Hospital local, para cujas obras concorria promovendo shows e organizando eventos para efetivar a arrecadação de donativos destinados à campanha de conclusão do ambulatório da Fundação Miguel Pereira.

Colaborando ainda com os trabalhos da esposa na Câmara, Gonzagão conseguiu iluminação pública para algumas ruas, calçamento para tantas outras e até mesmo a criação de uma escola na divisa Miguel Pereira/Ferreiros, unidade, a propósito, em funcionamento até hoje.

No início dos anos 70, Luiz Gonzaga retirou-se para sua cidade Natal, Exu, em Pernambuco. O notável Rei do Baião faleceu em Recife em 1989.  É necessário registrar também que Gonzaguinha, filho de Luiz Gonzaga, estudou durante o ano de 1962 no Ginásio Governador Portela, Distrito de Miguel Pereira, ali cursando a 4ª Série do antigo Primário.


Anúncios Revista Vale do Café

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*